Vendemmia

Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!

Os 6 maiores desafios do comércio exterior para empresas

A crise potencializou dificuldades em exportação e importação no Brasil

Longe de acabar, a pandemia trouxe também o agravamento de muitos desafios que as empresas já enfrentam ao trabalhar com exportação e importação. Resultado direto da crise econômica mundial que estamos passando, a alta dos fretes internacionais é apenas um dos grandes desafios do atual cenário do comércio exterior. Na verdade, muitos dos desafios foram potencializados pelo caos na saúde. Hoje, trabalhar com exportação e importação exige cuidado e conhecimento por parte de seus profissionais. 

 

As exportações e importações são vitais para impulsionar o crescimento econômico e dar às empresas mais experiência na produção para o mercado externo. Atualmente, porém, muitas companhias estão enfrentando dificuldades ainda maiores dentro do comércio exterior, o que afeta não apenas suas finanças, mas também compromissos com clientes e fornecedores. Além de identificar esses problemas, é preciso entender e estar preparado para contornar as dificuldades.

 

Dentro desse cenário complexo, alguns pontos se sobressaem:

 

Burocracia

O Brasil é considerado um dos países mais complexos do mundo para se fazer negócios. O nível de burocracia envolve questões fundamentais para o comércio exterior, como registro de propriedade, obtenção de crédito, pagamento de impostos e contratos. Falhas ou erros em algum desses trâmites resultam em multas, atrasos ou até mesmo confisco de cargas e entregas. 

 

Para evitar custos adicionais, exportadores e importadores devem, assim, cuidar para cumprir todas as formalidades alfandegárias, bem como seguir as regras de controle de exportação e importação de cada país. Isso se torna um imenso desafio quando há entraves burocráticos em excesso, pois demanda mais pessoas envolvidas no processo e aumenta as chances de equívocos. 


Tributação

O sistema tributário brasileiro possui alto nível de complexidade devido a sua alta diversidade de regras. São mais de 90 impostos, taxas e contribuições sociais que são cobradas de maneira diferente nas esferas federal, estadual e municipal. Com isso, as chances de erros se tornam ainda mais altas, o que pode trazer prejuízos monetários e abalar a relação de confiança entre as empresas e seus clientes e fornecedores. 

 

Outro aspecto que aumenta a complexidade do pagamento de tributos envolve a troca de moedas. As taxas de câmbio flutuam com frequência, tornando ainda mais difícil realizar cálculos e prever custos com precisão. Dessa forma, aumentos inesperados em taxas ou impostos agravam a complexidade tributária brasileira e trazem mais riscos de falhas ou desinformações. 


Infraestrutura

O Brasil é um país de dimensões continentais, o que expande as longas distâncias já naturais do comércio exterior. É preciso existir condições favoráveis para agilizar exportações e importações no território brasileiro. Isso, porém, ainda não ocorre com a eficiência esperada. Problemas em portos, rodovias e mesmo transportadoras são frequentes, especialmente por não haver controle maior para as demandas pelas autoridades. Com isso, há desorganização e falta de estrutura. 

 

Cada aspecto ligado à infraestrutura logística brasileira envolve diferentes processos e autoridades responsáveis, tornando o sistema mais lento e ineficiente. Uma infraestrutura adequada poderia evitar não só atrasos nas entregas, como também melhorar a própria organização interna. 


Falta de parceiros especializados

Devido ao alto grau de detalhes no comércio exterior, é preciso que os parceiros possuam conhecimentos específicos. Uma vez que não existe uma relação direta e próxima entre os compradores e os fornecedores, é mais do que necessário tomar medidas especiais para verificar produtos, matéria-prima, capacidade de entrega ou venda e integridade das empresas parceiras. 

 

É complexo obter informações sobre solvência, situação comercial e situação financeira de pessoas que vivem em países estrangeiros. Por isso, o profissional especializado precisa ter condições e know-how para identificar possíveis problemas que possam afetar não somente a qualidade do que é entregue, como também a visão que o cliente pode ter sobre a reputação de empresas. Tudo isso dificulta ainda mais as negociações.


Tecnologia

O comércio exterior sempre foi moldado pela tecnologia. O rápido desenvolvimento do digital e a inclusão de softwares especializados nos últimos tempos tornaram muitos processos defasados. Assim, mesmo as próprias empresas que atuam no setor acabam por ter dificuldade em acompanhar as novidades, o que pode afetar estruturas definidas e o crescimento das operações. 

 

Processos como controle de estoque, acompanhamento de produtos em trânsito e verificação de documentos, entre outros, estão praticamente todos no âmbito digital. Isso demanda um alto investimento em tecnologia e profissionais especializados, o que exige constante atualização da cadeia. 

 

Para entender como a tecnologia pode agilizar os processos logísticos, leia este artigo


Falta de mão de obra qualificada

Muitos dos problemas listados acima passam também pela falta de qualificação adequada dos profissionais. Quando não possuem os conhecimentos necessários, eles podem tornar os desafios ainda mais complexos. Por isso, a mão de obra qualificada possui custos altos. Não por acaso muitas organizações estão optando pela terceirização de seus processos logísticos, entregando o controle das exportações e importações para empresas especializadas. 


A Vendemmia, por exemplo, lança mão de seus 10 anos de logística e uma equipe especializada para oferecer soluções não apenas de desafios cotidianos, mas também de problemas inesperados. A empresa possui contratos com alguns dos maiores agentes de carga do mundo e volume constante de transporte com uma alta demanda, o que garante controle e eficiência em todas as pontas do processo.


Além disso, a Vendemmia desenvolveu uma nova plataforma digital que integra as informações da cadeia de suprimentos e permite o acompanhamento de todo o processo logístico à distância e em tempo real. São soluções especializadas para transformar os desafios em oportunidades. 


Leia mais assuntos: