Vendemmia

Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!

Notícias do Setor | Novembro 2021

Fique por dentro das principais notícias do mercado de logística

ENERGIA SOLAR: O impressionante crescimento dos projetos fotovoltaicos no Brasil

Segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15 (IPCA-15), divulgado em Out/21 pelo IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o preço da energia elétrica tem apresentado alta acumulada nos últimos doze meses e representa atualmente a principal pressão à prévia da inflação.

 

Assim, além da evidente crise hídrica que enfrentamos, tais dados reforçam o quanto são necessárias alternativas para o abastecimento de energia no Brasil, dentre as quais a energia solar, por exemplo.

 

Não por acaso, a também conhecida como energia fotovoltaica, cresce a cada dia no país; dados recentes apontam que a cada dois minutos um sistema solar é instalado no Brasil e a razão é relativamente simples: a energia solar pode ser aproveitada por meio de várias tecnologias, como: aquecimento solar, células fotovoltaicas, dentre outras. Em 2018, avaliou-se ao segmento uma estimativa de 52,5 bilhões de dólares, projetado para atingir mais de 220 bilhões já em 2026.

 

Ou seja, estamos falando de uma solução eficiente não convencional e de uma fonte de energia renovável, com consideráveis benefícios econômicos aos consumidores, ao governo e à sociedade como um todo e, principalmente, ao meio-ambiente.

 

No mês de Outubro/2021, a energia solar atingiu a marca histórica de 11 gigawatts (GW) de potência operacional instalada em telhados e pequenos terrenos de residências, comércios, indústrias, produtores rurais e prédios públicos, o que equivale a quase 80% de toda a capacidade da usina hidrelétrica de Itaipu, de acordo com os dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

 

E a expectativa do setor é que a capacidade solar fotovoltaica do país mais do que dobre nos próximos três anos. Marco legal da microgeração e minigeração distribuída deve estimular crescimento do mercado.

 

Por fim, como reflexo do potencial de crescimento da energia solar no país, ainda no mês de Outubro/2021, o Brasil ainda sediou o maior evento de energia fotovoltaica da América Latina,  a Intersolar South America, que bateu o recorde de público na edição de 2021. O evento não ocorria desde 2019 por conta da pandemia da Covid-19.

Confira as notícias de maior destaque do setor:

Mudando as regras do jogo: as mudanças regulatórias na geração distribuída no Brasil

 

O crescimento de projetos fotovoltaicos no Brasil tem sido bastante impressionante – durante os últimos seis anos a capacidade instalada alcançou 10 GW, apesar dos eventuais ‘desafios’ econômicos, que tendem a afligir o país. Nesse sentido, as mudanças regulatórias e a nova lei em comento representam um avanço, não somente para o setor de GD, mas para o setor elétrico como um todo, destacando-se serem de suma relevância, uma vez que, atualmente, o país enfrenta uma das mais severas crises hídricas, o que aumenta cada vez mais o risco de racionamento de energia. Assim, cada MWh de energia produzido por sistemas de GD será muito bem-vindo e contribuirá para postergar o esgotamento das reservas hídricas disponíveis para geração de energia. (Saiba mais)

 

A cada dois minutos, um sistema solar é instalado no Brasil

A cada dois minutos, um sistema fotovoltaico é instalado no segmento brasileiro de GD (geração distribuída). É o que aponta um levantamento realizado pelo Canal Solar, com base em dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) do ano de 2021. Números evidenciam crescimento da popularização da fonte junto aos principais setores da sociedade. (Saiba mais.)

 

Brasil tem vantagem competitiva no setor de energias renováveis

O Brasil tem enorme vantagem competitiva sobre a maioria dos países quando se trata de energias renováveis. Essa é a grande mensagem deixada pelos convidados do painel “Energia Limpa: o novo normal”, do evento Melhores e Maiores 2021. (Saiba mais)

 

Intersolar Brasil bate recorde de público e supera edição da Europa

Maior evento de energia fotovoltaica da América Latina mostra o potencial de crescimento da energia solar no país, a Intersolar South America bateu o recorde de público na edição de 2021. A feira foi realizada no Expo Center Norte em São Paulo (SP), nos dias 18, 19 e 20 de outubro. O evento não ocorria desde 2019 por conta da pandemia da Covid-19. Segundo os organizadores, o evento reuniu aproximadamente 28 mil visitantes em três dias de exposição, superando as expectativas de 25 mil pessoas, recorde da última edição da feira. De quebra, superou também o público da Intersolar Europe Restart 2021, realizada há duas semanas, que registrou a participação de 26 mil visitantes. (Saiba mais)

 

PL quer criar programa de incentivo à energia eólica e solar

Um projeto de lei que está tramitando no Senado Federal pretende evitar racionamentos de energia elétrica provocados por crises hídricas com a criação do Pides (Programa de Incentivo ao Desenvolvimento de Energia Eólica e Solar Fotovoltaica). A ideia é financiar, via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), a instalação de sistemas fotovoltaicos e eólicos pelo território brasileiro. (Saiba mais)

 

Brasil desponta entre maiores geradores de empregos em energia solar no mundo

O Brasil assumiu a sétima posição no ranking dos dez países que mais geraram empregos no mundo em energia solar fotovoltaica no ano de 2020, segundo relatório divulgado recentemente pela IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável). Agora, o país está à frente de líderes históricos do setor, como a Alemanha e o Reino Unido. (Saiba mais)

 

Nordeste bate duplo recorde de geração de energia solar fotovoltaica

O Nordeste registrou um duplo recorde na geração de energia solar fotovoltaica instantânea na última quarta-feira (27). O ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) apontou o primeiro pico às 13h19min, ao verificar a geração de 2.649 MW. O segundo pico veio menos de uma hora depois, às 13h58, com o registro de produção de 2.675 MW. Produção registrada pelo ONS na última quarta-feira (27) seria o bastante para abastecer 21,3% da demanda elétrica da região. (Saiba mais)

 

Para essa e outras questões atinentes ao cenário atual, bem como, interpretativas e de estrutura legal, a equipe Vendemmia está pronta para lhe auxiliar em seus desafios.

 

Disto, acompanharemos os desdobramentos do tema no cenário brasileiro.

Não percam os próximos passos!   

 

Contem conosco!

Leia mais assuntos:

_linkedin_partner_id = "3373314"; window._linkedin_data_partner_ids = window._linkedin_data_partner_ids || []; window._linkedin_data_partner_ids.push(_linkedin_partner_id);