Vendemmia

Como a automação dos processos logísticos pode impulsionar a sua empresa em 2022 frente ao “novo normal”

Entenda como otimizar a logística para digitalizar e integrar todas as pontas do processo

Os impactos da COVID-19 nos negócios, incluindo no setor logístico, não só foram imensos como também vieram para ficar. Isso porque as empresas que estão envolvidas na movimentação, armazenamento e fluxo de mercadorias foram diretamente afetadas pela pandemia. Como parte integrante das cadeias de valor, dentro e fora das fronteiras internacionais, os fornecedores logísticos facilitam o comércio e ajudam as empresas a levar seus produtos aos clientes. 

 

As interrupções na cadeia de suprimentos do setor causadas pela pandemia poderiam, portanto, impactar a competitividade, o crescimento econômico e a criação de empregos. Não só elas, como toda organização interna de empresas. Embora estejamos prestes a entrar em uma nova era na logística, profissionais especializados continuarão sendo de vital importância e o aumento da demanda significará mais contratações.

Por outro lado, fornecedores logísticos terão papel ainda mais atuante junto às empresas, que passam a demandar ainda mais de processos bem estruturados e com soluções eficientes frente às dificuldades causadas pela pandemia. Isso passa também, obrigatoriamente, pela automação de processos. À medida que as empresas começaram a buscar mais tecnologia digital para resolver problemas e ajudar no melhor planejamento, a automação ganhou mais importância na cadeia de suprimentos.

O que é automação logística?

A automação logística, ao contrário de alguns outros ramos de atividade, envolve um grande número de especialistas. Muitos processos são realizados e cada etapa é extremamente importante porque contribui para o bom movimento das mercadorias ao longo da cadeia. Assim, trata-se de um conceito bastante amplo, que cobre todas as funções que podem ser desempenhadas no nível tecnológico. Em termos gerais, podemos entender que é a aplicação de softwares ou maquinário automatizado para melhorar a eficiência das operações logísticas.

 

O uso de tecnologias digitais para melhorar a eficiência, conectar aplicativos e otimizar processos nas operações da cadeia de suprimentos não poderia aparecer em momento mais oportuno. Afinal, sua importância em tempos de pandemia passa também pela facilitação de todo o processo. Em particular, pela possibilidade de redução das operações manuais e da recepção automática das informações necessárias no momento da encomenda do transporte da respetiva carga.

Como sua empresa pode se preparar para o novo normal?

A automação logística é um passo importante frente às mudanças que toda empresa precisa passar para se adaptar ao “novo normal”. Cada vez mais companhias estão adaptando seus processos e organizando-os com os olhos no futuro. O ano de 2020, em particular, mostrou como é importante continuar a desenvolver medidas por causa da pandemia de COVID-19. Muitos já estão investindo em procedimentos de trabalho digitais e processos automatizados. 

 

O objetivo é aumentar continuamente a produtividade em um mundo que está em constante mudança e garantir o sucesso da empresa no futuro também. Em tempos como estes, é importante adaptar-se, mas também estar de olho no futuro. Além disso, envolve o lançamento de processos inovadores. 

 

Um processo importante, cuja implementação é crucial, envolve a automatização de procedimentos administrativos. Mais e mais empresas estão desenvolvendo ideias e já estabelecendo automação dentro de suas próprias empresas ou para seus clientes. Quando pensamos no setor logístico, isso é ainda mais potencializado.

Benefícios da automação logística

Sendo assim, existem vários benefícios que podem ser vistos quando a automação da cadeia de suprimentos é introduzida nas operações. Não só isso, como sua condução por profissionais especializados potencializam ainda mais essas vantagens. 

 

  • Redução de erros dispendiosos: erros de entrada manual de dados aumentam os custos de envio, como ter que pagar pelo envio duas vezes ou pagar uma taxa de frete mais alta devido à inserção de uma classificação de frete de mercadoria incorreta. Recursos de automação logística, como integração com suas mercadorias por meio de seu sistema ERP e acesso à sua agenda de endereços, bem como armazenamento automático e entrada de sobretaxas de combustível e acessórios, reduzem drasticamente esse tipo de erro. 

 

  • Disponibilidade de escolha do modo de transporte e taxas de frete em tempo real: para combater os custos crescentes de transporte, os recursos de automação logística tornam mais fácil para os usuários executar políticas que proporcionam economia imediata de frete. Quando você tem várias transportadoras para escolher com base no custo, tempo de trânsito e seguro, isso permite que você faça a melhor escolha para sua remessa específica, economizando dinheiro em longo prazo.

 

  • Melhor atendimento ao cliente: quanto custa para perder um cliente? Com recursos de automação de logística, como rastreamento de frete em tempo real, coleta automática, seguro adequado e contabilidade de frete construída de acordo com suas especificações personalizadas, empresa e cliente possuem autonomia para saber exatamente quanto custará o frete e quando a remessa chegará ao seu destino por meio de notificações automáticas. Assim, o atendimento melhora junto com o serviço oferecido. 

 

  • Acesso a dados e análise de frete em tempo real: quando você tem acesso a dados de frete em tempo real e a capacidade de executar relatórios, está mais preparado para tomar melhores decisões de negócios com base em suas tendências e histórico. Obter dados valiosos com o apertar de um botão permite que você veja o custo total de suas decisões e mitigue futuras decisões incorretas e dispendiosas.

 

  • Controle organizacional: com recursos de automação de logística, é possível ter muito mais controle sobre o gerenciamento de frete, custos e riscos. Isso porque, além de tudo, os controles podem ser projetados e implementados por especialistas em logística que irão extrair o máximo dos dados coletados. 

 

  • Escalabilidade e rapidez: ao fazer automação logística, não há recursos adicionais necessários para gerenciar a área, como frete e transporte, mesmo quando seu negócio cresce e envia mais cargas. Pelo contrário, é possível concluir mais pedidos ao mesmo tempo. Dessa forma, é possível impulsionar a eficiência, eliminar o desperdício e, claro, economizar dinheiro.

 

Conectividade e automação trazem eficiência e agilidade que tantos operadores da cadeia de suprimentos desejam. Em tempos de COVID-19, o que era para ser um diferencial se tornou praticamente uma necessidade que depende também da qualidade dos profissionais envolvidos na cadeia de suprimentos.

Automação logística e fornecedores especializados

Ainda que a automação logística represente uma facilidade dentro da área, a necessidade de mão de obra qualificada acaba sendo tão importante quanto. Afinal, é preciso contar com profissionais que saibam exatamente como os principais softwares funcionam e, assim, extrair o melhor dos dados que oferecem. 

 

Hoje, um provedor logístico pode oferecer soluções personalizadas para garantir o gerenciamento de todos os processos específicos do supply chain. Isso passa pelo entendimento de softwares e sistemas como:


  • ERP (Enterprise Resource Planning)

Sistema integrado de gestão com aplicativos que automatizam funções de negócios, como cotação de vendas, contabilidade, faturamento e gestão de pedidos.


  • TMS (Transportation Management System)

Software especializado para planejar, executar e otimizar o transporte de mercadorias.


  • RFID (Radio-frequency identification)

Sistema de Identificação por Radiofrequência que utiliza etiquetas que permitem identificação e rastreio de forma automática e exclusiva o inventário e os ativos. 


  • EDI (Electronic Data Interchange)

Tecnologia que permite a troca virtual de dados ou documentos comerciais em formato eletrônico entre parceiros comerciais.  


  • WMS (Warehouse Management System)

Software que permite controlar e administrar as operações do armazém desde o momento em que as mercadorias ou materiais entram até sua saída.

 

A Vendemmia, por exemplo, que já atua com WMS e RFID. É a única que possui sua própria plataforma digital, a Vendemmia Analytics. É nela que a empresa concentra todas as informações logísticas dos processos contratados, além de permitir a comunicação rápida com os clientes e acompanhamento em tempo real de todo o fluxo em um único lugar. 

 

Com isso, os resultados da análise dos dados levantados pela plataforma mostram o caminho que a empresa precisa tomar para poder otimizar seus processos e também entender quais podem ser automatizados, além de aprimorar a eficiência ao indicar o que está improdutivo. Para que isso ocorra, o Vendemmia Analytics utiliza diversas tecnologias de inteligência artificial, machine learning e conectividade, entre outras. 

 

Desta maneira, a eficácia é aumentada, pois as áreas podem tomar decisões baseadas em dados confiáveis e totalmente direcionados ao que realmente importa para cada setor. Além disso, o Vendemmia Analytics consegue, sozinho, dar conta de todas as informações necessárias, criando uma facilidade que antes não era possível. Com isso, as decisões e planejamento podem ser pensados em torno de dados que permitem não apenas reduzir custos operacionais e de produção, mas de maneira concentrada, evitando erros ou cruzamento equivocado de informações. Facilidades que agora, com a pandemia, se tornam imprescindíveis para um melhor planejamento de toda a cadeia de suprimentos.


Leia mais assuntos: